Sobre o Blog

Blog sobre o Vale do Amanhecer, Doutrina concebida pela Espiritualidade Maior e executada por Neiva Chaves Zelaya, um Espírito de Luz Altíssima, conhecido nos Planos Superiores por Agla Koatay 108. O Vale recebe pessoas sem distinção para solução de problemas espirituais. Nada cobra de seus pacientes e nem exige frequência. Temas espirituais diversos são tratados aqui. Vicente Filgueira, Adjunto Esdalvo - Jornalista (Registro Profissional Fenaj 274/03/38§ v/DRTGo-01364-SJP)


Marcadores

23 de set de 2012

A Vida Continua...



Finalmente, estreou mais um bom filme espírita, que mostra precisamente a vida depois da morte. "E a Vida Continua..." estreou nos cinemas no dia 14 de setembro de 2012. O filme é baseado no best-seller espírita “E a Vida Continua...”, escrito em 1968 pelo espírito André Luiz, psicografado por Chico Xavier. Trata-se do 13º e último livro da série “A Vida no Mundo Espiritual”. Um pouco da sinopse: "Quando o carro da bela e jovem Evelina (Amanda Costa) quebra na estrada, ela não faz ideia de como seus caminhos serão profundamente alterados para sempre. Socorrida pelo gentil Ernesto (Luiz Baccelli), Evelina logo fica sabendo que tanto ele como ela estão indo exatamente para o mesmo hotel.Coincidência? Talvez, mas Ernesto não acredita em coincidências. Imediatamente eles desenvolvem uma amizade tão sólida que persistirá quando ambos passam para o outro plano. Será ali, do outro lado da vida, que Evelina e Ernesto enfrentarão enormes dificuldades e desafios, onde não faltarão surpresas e surpreendentes revelações…"
http://youtu.be/pgR6132okUQ (link do treiller no youtube).


Veja Página com nome do filme para ver a relação das salas exibidoras em sua cidade, na capa do blog.







Prefácio de Emmanuel ao livro que deu origem ao filme:

Leitor amigo,

Nada te escrevemos, aqui, no intuito de apresentar ou recomendar André Luiz, o amigo que se fez credor de nossa simpatia e reconhecimento pelas páginas consoladoras e construtivas que vem formulando do Mundo Espiritual para o Mundo Físico.
Entretanto, é razoável se te diga que neste volume, em matéria de vida "post-mortem", ele expõe notícias diferentes daquelas que ele próprio colheu em "Nosso Lar", estância a que aportou depois da desencarnação.
Conquanto as personagens da história aqui relacionadas – todas elas figuras autênticas cujos nomes foram naturalmente modificados para não ferir corações amigos na Terra – tenham tido, como já dissemos, experiências muito diversas daqueles que caracterizam as trilhas do próprio André Luiz, em seus primeiros tempos na Espiritualidade, é justo considerar que os graus de conhecimento e responsabilidade variam ao infinito.
Assim é que os planos de vivência para os habitantes do Além se personalizam de múltiplos modos, e a vida para cada um se específica invariavelmente, segundo a condição mental em que se coloque. Compreensível que assim seja.
Quando maior a cultura de um Espírito encarnado, mais dolorosos se lhe mostrarão os resultados da perda de tempo. Quanto mais rebelde a criatura perante a Verdade, mais aflitivas se lhe revelarão as consequências da própria teimosia.
Além disso, temos a observar que a sociedade, para lá da morte, carrega consigo os reflexos dos hábitos a que se afeiçoava no mundo.
Os desencarnados de uma cidade asiática não encontram, de imediato, os costumes e edificações de uma cidade ocidental e vice-versa.
Nenhuma construção digna se efetua sem a cooperação do serviço e do tempo, de vez que a precipitação ou a violência não constam dos Planos Divinos que supervisionam o Universo.
Para não nos alongarmos em apontamentos dispensáveis, reafirmamos tão-somente que, ainda aqui, encontraremos, depois da grande renovação, o retrato espiritual de nós mesmos com as situações que forjamos, a premiar-nos pelo bem que produzam ou a exigir-nos corrigida pelo mal que estabeleçam.
Leiamos, assim, o novo livro de André Luiz, na certeza de que surpreenderemos em suas páginas muitos pedaços de nossa própria história, no tempo e no espaço, a solicitar-nos meditação e autoexame, aprendendo que a vida continua plena de esperança e trabalho, progresso e realização, em todos os distritos da Vida Cósmica, ajustada às leis de Deus.

Homenagem
Reverenciamos o Primeiro Centenário de “A Gênese” , de Allan Kardec.

André Luiz





O Elenco

Amanda ACosta
Evelina Serpa

Luiz Baccelli
Ernesto Fantini

Participação Especial
Lima Duarte como Instrutor Ribas

Luiz Carlos Félix
Caio Serpa

Ronaldo Oliva
Túlio

Ana Rosa
Lucinda

Samantha Caracante
Vera

Rosana Penna
Elisa

Ana Lúcia Torre
Brígida

Cézar Pezzuoli
Amâncio

Arllete Montenegro
Sra. Tamburini

Cláudia Mello@
Alzira

Rui Rezende
Desidério

Luiz Carlos de Moraes
Instrutor Cláudio

Carla Fioroni
Isa

Pedro Costa
Lúcio

Laura Feliciano
Ana Flávia

Saliba Filho


Maria Vitória Gonçalves
Ana Flávia (menina)
Médico

Alberto Centurião
Cirurgião

João Pedro Correia
Lúcio (menino)

Giovane Alvarenga
Pedro (menino)