Sobre o Blog

Blog sobre o Vale do Amanhecer, Doutrina concebida pela Espiritualidade Maior e executada por Neiva Chaves Zelaya, um Espírito de Luz Altíssima, conhecido nos Planos Superiores por Agla Koatay 108. O Vale recebe pessoas sem distinção para solução de problemas espirituais. Nada cobra de seus pacientes e nem exige frequência. Temas espirituais diversos são tratados aqui. Vicente Filgueira, Adjunto Esdalvo - Jornalista (Registro Profissional Fenaj 274/03/38§ v/DRTGo-01364-SJP)


Marcadores

30 de nov de 2012

Prece do Rebelde


Em 1965, do leito que ocupava no Sanatório Imaculada Conceição, em Belo Horizonte, Tia Neiva, num momento de dor, escreveu a Prece do Rebelde. Exemplo raríssimo de resignação e reconhecimento. Preciosíssima e singela, apesar de tão profunda súplica ao Pai, acredito que nossa querida Mãe mentora tenha se desdobrado em esforço para fazer "antena" durante a invocação das forças curadoras de Jesus Divino e Amado Mestre, mas, depois, com o aprofundamento dos rogos, Tia, diante do rosário de dores trazido pelas complicações pulmonares, suplicou ao Pai com as mãos postas. Veja abaixo, na íntegra:

"Prece do Rebelde
Jesus! Não te desanimes de mim. Tento ser compreensiva e boa, mas ainda sou a arrogância e a maldade.
Esforço-me por ser mansa e humilde de coração, mas ainda sou o orgulho e a rebeldia.

Faço por ser tolerante e afável, mas ainda sou a impaciência e a precipitação.
Senhor! Procuro ser branda, pacífica, mas, no entanto, sou ainda a irritação e a a turbulência.

Oh! Senhor! Não te desanimes de mim!
Prometo corrigir meus olhos, libertando meu coração, todavia, com os olhos ainda levo sombras da minha alma.
Procuro curar os meus impulsos e vencer os meus defeitos, mas ainda sou a imprudente de ontem e a mísera pecadora de hoje, construindo com as minhas imperfeições minha própria destruição.
Senhor! Oh Mestre! Iluminai a minha consciência para que sejam menos as trevas do meu caminho; ajuda-me a corrigir meus pensamentos para que santificado seja o meu espírito algum dia.

Abranda Jesus a minha precipitação, retifica o meu entusiasmo, sufoca a minha ira, sana o meu orgulho, também a vaidade e o egoísmo.
Senhor! Atende minhas súplicas, Mestre, e não te importes com minhas queixas nos momentos drásticos de minha vida e nem escute os meus gemidos nos instantes de sofrimento atroz, nem ouve a minha palavra quando te rogar tréguas e paz para as minhas dores mais constantes.
Jesus! Consinta que eu não desista de insistir sempre nos meus propósitos de transformações para o bem, afim de que um dia eu me sinta liberta das sombras e dos males que há em mim.
Oh, Mestre! Obrigado, Senhor. Salve Deus. Belo Horizonte, Sanatório Imaculada Conceição, 1965". Tia Neiva.